zero hora.
O tempo expira o prazo da terra. Veste o luto inevitável dos filhos da guerra. Há qualquer coisa que denuncia um tempo frio que não se vê. Nada ultrapassa essa ilusão de estar vivo caminhando morto pelo mundo. Do avesso avançamos, erguem-se as defesas da paz e o sangue derramado é sempre o mesmo dos dois lados.
andréa augusto©angelblue83


guerra sou eu

guerra sou eu
guerra é você
guerra é de quem
de guerra for capaz

guerra é assunto
importante demais
para ser deixado
na mão dos generais

leminski

0 comentários: