Mãe, Mãe
Há muitas de vocês chorando
Irmão, Irmão
Há muito de vocês morrendo, distante
Você sabe que nós podemos descobrir uma maneira
De trazer amor para cá hoje

Pai, Pai,
Não precisamos ser escalados
Veja, guerra não é a resposta
Pois somente o amor pode vencer o ódio
Você sabe que nós podemos descobrir uma maneira
De trazer amor para cá hoje

Linhas de piquete e sinais
Não nos puna com brutalidade
Fale comigo, então você verá
O que está acontecendo
O que está acontecendo
Sim, o que está acontecendo

Nesse meio tempo
Siga em frente, baby
Siga em frente

Pai, Pai, tudo pensa que estamos errado
Mas quem são ele para nos julgar
Simplesmente porque nosso cabelo é longo
Você sabe que nós podemos descobrir uma maneira
De trazer algum entendimento aqui, hoje

Linhas de piquete e sinais
Não nos puna com brutalidade
Fale comigo, então você verã
O que está acontecendo
O que está acontecendo
Sim, o que está acontecendo

What´s Going On - Marvin Gaye





Início dos conturbados anos 70, no panorama mundial, os camaradas americanos estavam metidos em mais uma de suas guerras, naquela época o alvo eram os vietnamitas. O bicho tava pegando e já não dava para ficar em cima do muro. Na verdade, Marvin Gaye, o vozeirão da soul music americana não queria continuar fingindo que tudo estava bem. Andava cansado de ser o baladeiro romântico que a gravadora pressionava a ser.

Como dizia o babaca do Barry Gordon, dono da Motown: "Música é para entreter e não para fazer pensar". Talvez para alguém como ele que não tinha o mínimo necessário para pensar: miolos, pode até ser, para Marvin, não.
Já não dava mais para fingir que não havia um massacre acontecendo, que os negros não eram tratados como os brancos, que o mundo não estava acabando com suas riquezas naturais. Estava na hora de fazer pensar e nada melhor que a música para isso. Para desespero de Barry, Marvin se lançou nessa empreitada, gravou aquele que seria eleito em 1985, o disco do século: What´s Going On. Deixou para trás as músicas que exaltavam o sexo, as baladas românticas e investiu em temas marcantes, a guerra, ecologia, racismo e o preconceito. Se deu bem, entrou para história e se não tivesse sido morto estupidamente pelo próprio pai, completaria hoje 64 anos e quem sabe estaria cantando algo como: What porra is this, Mister Bush??



Leia: http://www.whiplash.net/forceframe.html?/especiallist.mv?rec=23


0 comentários: