Snoopy, o sábio!






Fica a dica! ;)

A teoria da janela quebrada









 Há alguns anos, a Universidade de Stanford (EUA), realizou uma experiência de psicologia social. Deixou duas viaturas idênticas, da mesma marca, modelo e até cor, abandonadas na via pública. Uma no Bronx, zona pobre e conflituosa de Nova York e a outra em Palo Alto, uma zona rica e tranquila da Califórnia. Duas viaturas idênticas abandonadas, dois bairros com populações muito diferentes e uma equipe de especialistas em psicologia social estudando as condutas das pessoas em cada local.
Resultou que a viatura abandonada em Bronx começou a ser vandalizada em poucas horas. Perdeu as rodas, o motor, os espelhos, o rádio, etc. Levaram tudo o que fosse aproveitável e aquilo que não puderam levar, destruíram. Contrariamente, a viatura abandonada em Palo Alto manteve-se intacta.
Mas a experiência em questão não terminou aí. Quando a viatura abandonada em Bronx já estava desfeita e a de Palo Alto estava há uma semana impecável, os pesquisadores partiram um vidro do automóvel de Palo Alto. O resultado foi que se desencadeou o mesmo processo que o de Bronx, e o roubo, a violência e o vandalismo reduziram o veículo ao mesmo estado que o do bairro pobre. Por quê que o vidro partido na viatura abandonada num bairro supostamente seguro, é capaz de disparar todo um processo delituoso? Evidentemente, não é devido à pobreza, é algo que tem que ver com a psicologia humana e com as relações sociais.
Um vidro partido/quebrado numa viatura abandonada transmite uma ideia de deterioração, de desinteresse, de despreocupação. Faz quebrar os códigos de convivência, como de ausência de lei, de normas, de regras. Induz ao “vale-tudo”. Cada novo ataque que a viatura sofre reafirma e multiplica essa ideia, até que a escalada de atos cada vez piores, se torna incontrolável, desembocando numa violência irracional.
Baseados nessa experiência, foi desenvolvida a ‘Teoria das Janelas Partidas’, que conclui que o delito é maior nas zonas onde o descuido, a sujeira, a desordem e o maltrato são maiores. Se se parte um vidro de uma janela de um edifício e ninguém o repara, muito rapidamente estarão partidos todos os demais. Se uma comunidade exibe sinais de deterioração e isto parece não importar a ninguém, então ali se gerará o delito.
Se se cometem ‘pequenas faltas’ (estacionar em lugar proibido, exceder o limite de velocidade ou passar com o sinal vermelho) e as mesmas não são sancionadas, então começam as faltas maiores e delitos cada vez mais graves.Se se permitem atitudes violentas como algo normal no desenvolvimento das crianças, o padrão de desenvolvimento será de maior violência quando estas pesso as forem adultas.
Se os parques e outros espaços públicos deteriorados são progressivamente abandonados pela maioria das pessoas, estes mesmos espaços são progressivamente ocupados pelos delinquentes.
A Teoria das Janelas Partidas foi aplicada pela primeira vez em meados da década de 80 no metrô de Nova York, o qual se havia convertido no ponto mais perigoso da cidade. Começou-se por combater as pequenas transgressões: lixo jogado no chão das estações, alcoolismo entre o público, evasões ao pagamento de passagem, pequenos roubos e desordens. Os resultados foram evidentes. Começando pelo pequeno conseguiu-se fazer do metrô um lugar seguro.
Posteriormente, em 1994, Rudolph Giuliani, prefeito de Nova York, baseado na Teoria das Janelas Partidas e na experiência do metrô, impulsionou uma política de ‘Tolerância Zero’. A estratégia consistia em criar comunidades limpas e ordenadas, não permitindo transgressões à Lei e às normas de convivência urbana. O resultado prático foi uma enorme redução de todos os índices criminais da cidade de Nova York.
A expressão ‘Tolerância Zero’ soa a uma espécie de solução autoritária e repressiva, mas o seu conceito principal é muito mais a prevenção e promoção de condições sociais de segurança. Não se trata de linchar o delinquente, pois aos dos abusos de autoridade da polícia deve-se também aplicar-se a tolerância zero.
Não é tolerância zero em relação à pessoa que comete o delito, mas tolerância zero em relação ao próprio delito. Trata-se de criar comunidades limpas, ordenadas, respeitosas da lei e dos códigos básicos da convivência social humana.
Essa é uma teoria interessante e pode ser comprovada em nossa vida diária, seja em nosso bairro, na rua onde vivemos.
A tolerância zero colocou Nova York na lista das cidades seguras.
Esta teoria pode também explicar o que acontece aqui no Brasil com corrupção, impunidade, amoralidade, criminalidade, vandalismo, etc.
Reflita sobre isso!

Signos em poema...



ÁRIES
Ah! Quem conhece um ariano
Jamais o esquece…
Sorri com a mesma facilidade
Com que grita
É de uma inocência
Sem igual
Vive de alto astral
Sua ingenuidade encanta
E sua energia contagia
Adora fazer birra
Porque quando quer,
quer porque quer…
E às vezes quando conquista
Nem queria tanto assim…
Esses arianos adoram riscos
Lutam pelo que desejam
Mas não esperam ganhar um beijo
Rouba-os.
Saiba que ter um amigo ariano
É ter a certeza que se fores ao fim do mundo
Ele estará sempre com você.




TOURO
Ah! Esses taurinos elegantes
Ao surgirem em nossa vida
Um amor de fé nos garante
Acreditam em si mesmo
Força e talentos únicos
São seres especiais
Buscam seus sonhos
Mais ousados
Para eles limites existem
Para serem superados…
Mas temem o desconhecido
Amam o seu cantinho
E se nele você vier
O receberá com muito carinho.


GÊMEOS
Ah!Geminianos
Tem almas ciganas
De sorriso fácil…
Mas são contraditórios
Num dia amam a vida
Noutro não sabem ao certo
Mas quando amam uma pessoa
Se entregam de jeito único
Querem o bem de todos
Que estão por perto…
Adoram falar, adoram sorrir
Se pudessem conheceriam
Todos os dias um novo lugar
Mas uma coisa é certa
Esses geminianos sabem conquistar.



CÂNCER
Cancerianos possuem
Sensibilidade à flor da pele
Aos que amam
Com todo carinho
protegem
Às vezes tímidos
Escondem o riso,
Sentem na alma
A intuição do perigo
São leais e grandes amigos…
Mas não o magoe
Ele se fecha
Quando ferido.
Não esqueça!
Ele é dengoso
Mas é fiel e querido.


LEÃO
Esses Leoninos
Tem garra de vida
Brincam com tudo
Num otimismo
De dar inveja
Neles, há sempre
Uma palavra sincera
Um encanto nato
Em sua beleza
Ah! são valentes
Diante dos problemas
Autoconfiantes
E supremos…
Não esqueça!
Nem sempre
Abaixam a cabeça,
Mas é sempre fiel
Com toda certeza



VIRGEM
Virginianos
Ah! Esse confidente sincero
Um virginiano é um adorado anjo
Que olha sempre com a razão
Mas jamais se encontra nas nuvens
Eis seu maior defeito…
Não tira os pés do chão.
O convide para arrumar suas coisas
Ele é de uma organização incrível
Mas não tire as coisas dele do lugar
Ele tem medo de amar…
Ah! Virginianos morrem de medo de desconhecido
Mas o conquiste com muita amizade e sabedoria
E um amigo fiel pra sempre terá.


LIBRA
Ah! Librianos são pura harmonia
Justos por excelência
Com muito cuidado
Avaliam
Encantadores por natureza
Elegantes e delicados
Jamais se ouve o grito
De um libriano
E quando falam
São pacifistas
Ah! Esses librianos
São românticos sonhadores
Que correm atrás do seu amor
E quando conquistam
Dá a ele o merecido valor.
Tenha um libriano por perto
e verá o que é um ser humano
de grande afeto.



ESCORPIÃO
Escorpiano!!!
Adorado escorpiano
Esse ser que se apaixona
E todos os teus sonhos
No amor aprisiona
Alguém que ama intensamente
Mas sofre por ser enciumado
Alguém cuja sinceridade salta aos olhos
Cuja fé jamais lhe falta
guarda segredos e mistérios
um apaixonado esotérico
tenha um escorpiano
ao teu lado… e saberás o que
é o amor sincero.
Ah! Mas Esse Escorpiano
precisa perder um pouco do juízo.



SAGITÁRIO
Sagitariano é assim
Um desastrado apaixonado
De coração doce
Mas grito forte
De alma sincera
Mas é uma fera
se lhe provocam
Ama de verdade
Até um novo amor surgir
Se entrega sem regras
Para o amigo fazer sorrir
No seu coração a mágoa
Não faz casa… Briga fácil
Perdoa mais fácil ainda
Às vezes, ele é insano
Outras vezes, todo zen
Tenha um sagitariano por perto
E verás a alegria que a vida tem.




CAPRICÓRNIO
Esses calmos capricornianos
Adoram a solidão
Onde se recolhem
E guardam sua emoção…
Podem parecer frios
Não demonstram o que sentem
Mas amam intensamente…
Jamais esquece um grande amigo
E estes levam pra vida toda
Ah! Capricornianos
Adoram estar por cima
Mas jamais passam sobre ninguém
Porque sua melhor qualidade
Está na lealdade que têm.


AQUÁRIO
Aquariano é assim
Um sonhador incurável
Vive além do seu tempo
Ama a liberdade
E o que lhe aprisiona
Não leva mais que um momento…
Tem medo de se apaixonar
Mas se conquistado
Amante igual não há
Adora pensar no futuro
Nas novas tecnologias
Que serão inventadas
Acredita que é no futuro
Que as soluções pra tudo
Serão encontradas…
Não gosta de rotina
E se deseja
ter um aquariano a seu lado
Faça dos seus dias inesquecíveis
E sempre renovados.




PEIXES
Ah! Piscianos
São seres especiais
Se alegram com nossa alegria
Choram com nossa tristeza
Se entregam aos amigos
De maneira impressionante
Gentis e apaixonantes
Sonham o mundo
Num instante
Mas é um indeciso
Viajante
Romântico incurável
Estar do seu lado
É algo incomparável.

Todos os poemas são de autoria de Sirlei L. Passolongo
Imagem dos signos em: http://karenswhimsy.com/zodiac-signs.shtm