Lulla, Dilma e reaças afins...




Francis Bacon

Chico Toicinho 2016 
Na palestra de Curitiba, nova capital do país, citei a obra de Francis Bacon (1561-1626). Gênio precoce (entrou no Trinity College com onze anos), chegou ao mais alto posto da Inglaterra: lorde chanceler. Acusado de corrupção , reconheceu ter aceitado suborno e foi condenado à prisão e multa. Acabou ficando pouco tempo na Torre e teve a multa perdoada, pois sua influência e dinheiro eram grandes. Nos anos finais de vida, dedicou-se à reflexão filosófica. Sua mais conhecida contribuição, fala dos ídolos que atrapalham ou impedem a reflexão. São os ídolos da tribo, ídolos da caverna, ídolos do mercado e ídolos do teatro. No fundo ele toca em como as pessoas buscam argumentos que comprovem suas ideias prévias. Quase todas as pessoas, pensava ele, não ouvem argumentos distintos ou não elaboram ideias fora dos seus limites, mas aceitam ou rejeitam a partir de premissas anteriores. Como era terrível a Inglaterra do início do século XVII !
Leandro Karnal

Para quem ainda não teve a honra/sorte de conhecer Leandro Karnal. Procure, leia, estude e pense sobre tudo que ele já escreveu e falou em suas palestras. Afora o fato de ser um gênio da atualidade, ele é coerente com suas opiniões e pensamentos.

Alias, não é golpe!

video






0 comentários: