.


Voltando aos pouquinhos. Devagar e nem sei se para sempre. Nada é para sempre, né? Mas deu vontade de voltar a escrever. Infelizmente o tempo sobra e é aleatório a minha vontade, me foi imposto.
Ano Novo, de novo. Tenho medo dos anos ímpares. 1983 morreu meu pai. 2005 morreu minha mãe, 2009 meu irmão e sua família (esses últimos continuam vivos, mas mortos para mim. Não pergunte porque).
Enfim, anos ímpares nunca foram bons, ainda assim a astrologia prevê um bom ano para os nativos do meu signo, gêmeos. Ano regido por mercúrio. Que assim seja então.
Tenho aproveitado o tempo para estudar, me estudar. Nunca estive tão comigo mesma e nunca me surpreendi tanto com o que ando aprendendo, A verdade é que às vezes você precisa parar, mas não pára, daí a vida se encarrega de fazer com que você pare. Se não vai por bem, vai por mal mesmo. De repente pinta uma doença que te obriga a ficar quieta, ou um pé quebrado, desemprego etc. O fato é que você pára e aí começa o trabalho duro: ficar a sós com você mesma e aproveitar isso.
Bom, eu não quero uma volta melancólica, até porque estou muito bem, eu só quero voltar a esse cantinho, aos poucos, bem devagar...


.

Bom Ano a TODOS!

6 comentários:

    Olá, Angel, será que você se lembra de um blog antigo chamado Papaya.com Cassis ? Pois é... fui o propritário dele e agora estou de volta em uma nova empreitada poética. Pelo que vejo, você também parece desejar retomar a vida blogueira vagarosamente, aos poucos... pois bem, se desejar tomar um cálice de poesia, visite meu espaço, será um prazer! Beijos Poéticos!
    http://meroesmero.blogspot.com/

    Seja bem vinda, aliás sentimos sua falta. Mande notícias. Um grande abraço.

    Oi,Andrea!

    Bom vê-la de volta!
    Que seu medo não se justifique neste ano ímpar que se inicia e que os seus dias sejam plenos de vida!

    Engraçado,eu votei na Dilma,e com convicção,acompanhei toda a posse e me emocionei bastante.E,creia,não sou nenhum alienado nem ingênuo.

    Foi bom ler você de novo,saber notícias.

    Beijos.

    Agora estou igual a você. Órfão de Pai, Mãe e Irmã!..travei..não consigo escrever mais

    Agora estou igual a você! Estou órfão de Pai, Mãe e esse ano quem partiu foi minha irmã que morava ai pertinho de você! Sempre lembro das suas perdas e de você tocando em frente....travei..não consigo escrever mais..

    Puuuuuuuuuuuuuuuuuuutz meu. Que saudadeeeeeee de ler o que você escrevia!!!!!! Nunca a vi, não sei como você é, mas vejo e percebo o que você sente, e acredite, queria poder fazer algo de bom, muito bom por vc, que nos brinda cm coisas maravilhosas. Sei lá, palavras, algo de bom... Rs. Ao mesmo tempo me pergunto. Fazer o que, se ela é mais forte que eu e mais poderosa do que qualquer super herói? Também tenho receio de anos ímpares na minha vida, aliás, tudo o que é impar eu evito, mas que nosso an seja muito melhor do que qualquer outro e que você só não se torne mais brilhante do que a estela do céu, porque senão ficaremos cegos de vez cm seu brilho, que já é por demais encantador. Apesar de ja ser fevereiro, desejo que você realize uns 2 ou 3 sonhos esse ano. Não todos, senão a vida perde a graça. Um grande abraço angel!!!!!!! Fiquei preocupado pela sua ausência e até parei de vir aki te visitar.... O post da Frida estaa ótimo, mas tinha me cansado de ler ele umas 235 vezes, rsrs... Você fez muita falta, sabia?