Tattoo
.

Sem fantasia.


/

Lembram do Tattoo da Ilha da Fantasia? Confesso que lembro vagamente do seriado, mas era algo do tipo: cuidado com os seus desejos, eles podem se realizar...
Pois é, outro dia numa trívia sobre cinema e TV acabei sabendo que fim levou o ator francês Herve Jean Pierre Villechaize e não foi um belo fim, pra dizer a verdade.
/
Herve nasceu em 23 de abril de 1943 em Paris, França. Seu pai, era médico e atuou na resistência durante a ocupação alemã da França na Segunda Guerra Mundial. Como médico, o pai de Herve tentou encontrar ajuda para seu filho durante anos. Herve, além de não conseguir se desenvolver por causa de uma rara doença na tireóide, ainda sofreria durante a vida com dores horríveis.

.
Seu corpo se manteria pequeno, mas os orgãos internos continuariam a se desenvolver como os de uma pessoa saudável.
Ainda assim, Herve, com o apoio da família, foi tratar da vida. Estudou pintura em Paris, fez exposições com algum sucesso, antes de partir para o cinema e
depois a TV, já nos EUA.


.



/
Mas foi com o seriado "A Ilha da Fantasia" na qual contracenava com Ricardo Montalban, que o sucesso finalmente chegou.
Junto com ele, dinheiro, "amor verdadeiro", fama, drogas, noitadas, "grandes amigos " e ataques de estrelismo. Foi num desses ataques que o nosso Tattoo exigiu ganhar o mesmo que Montalban recebia na época. Não só não conseguiu, como foi demitido. A série continuou por mais um ano e acabou ironicamente justamente pela falta de Tattoo.
A partir daí foi declínio total. Alcoólatra e deprimido, Herve passou a perder todos os papéis que ainda lhe ofereciam. Os problemas de saúde se agravaram e as dores se tornaram insuportáveis, estava falido.
No dia 4 de setembro de 1993, Herve se matou com um tiro, não antes de deixar um bilhete e de filmar o próprio suícidio.

*A Ilha da Fantasia esta na grade do canal TCM da Net.