Bom dia Tristeza




Jean Seberg


/


Brindando meu espírito suicida de hoje, trago a bela e trágica Jean Seberg.

Aos 17 anos como Joana d'Arc,
Jean Seberg, americana com jeitinho de francesa, se tornou famosa otto Preminger - disputando a personagem com 18 mil garotas aos 17 anos, quando interpretou Joana d' Arc, no filme de .



Depois de Bom Dia Tristeza e Acossado, que a tornou um dos símbolos dos anos 60, Seberg passou a fazer filmes menores, o que mexeu muito com ela. Também sentia falta da sua juventude. Namorou Clint Eastwood. Casou-se duas vezes e dividiu uma curta e intensa paixão com o escritor Cárlos Fuentes.


Grávida e quase no fim de sua curtíssima existência, foi perseguida (e ameaçada) pelo governo americano porque dizia-se que era ligada aos Panteras Negras. Sofreu um golpe quando perdeu o filho, com apenas três dias de vida. Quando ele morreu, ela tirou 180 fotos do bebê. Internada com esquizofrenia, escreveu dois livros, Blue Jean, sobre sua doença e Como escapar de si mesmo, um manual de instruções para suicidas. Foi encontrada morta numa rua estreita de Paris, dentro de um Renault, aos 40 anos, tendo ao seu lado uma garrafa de água mineral e um bilhete de suicídio.
Leia mais.



1 comentários:

    fama e morte...