Hemingway said his best work was a six-word story:
‘For sale: baby shoes, never worn.’





Lendo um post do excelente blog Obvious relembrei uma história ali contada. O post falava de Hernest Hemingway e uma história completa escrita por ele com apenas seis palavras e que ele mesmo considerou sua melhor história. Impossível? Não pra um escritor genial como ele. Ei-la:
/


Vende-se: sapatos de bebé, nunca usados.


/
Exageros à parte, uma história completa com apenas seis palavras não é pra qualquer um. Arrisquei uma lá nos comentários do blog. Obvious que não cheguei nem perto da cutícula do dedinho mindinho de Hemingway, mas a gente tenta, né? ;)
//
Vai daí que eu continuei procurando mais sobre pequenas histórias, grandes autores e achei coisa boa:
/
A ÁRVORE ETERNA
/
Ela foi plantada do Éden, há seis mil anos. Era uma boa macieira, de sombra refrescante e fruto ácido, com um interessante diabo, em forma de cobra, enrolado no seu tronco, para enfeitá-lo ainda mais, como uma pulseira num abraço. E tinha um encanto máximo, essa Árvore: o de ser proibida. Por isso mesmo, houve dentadas no seu fruto e beijos na sua sombra; e, no seu tronco, alguém gravou um coração com estas iniciais dentro: “A.E.”...
Guilherme de Almeida.
/
/
METAMORFOSE
/
Gazel não era rude, mas costumava dizer coisas violentas e inesperadas durante o seu silencioso idílio com Esperanza. Trabalhara muito naquela tarde e estava nervoso, com desejos de dizer uma grande frase qualquer que surpreendesse e assustasse sua mulher. Sem erguer os olhos do trabalho que estava fazendo, disse-lhe, de súbito: “Vou lhe atravessar com um alfinete como se você fosse uma borboleta!” Esperanza não lhe deu resposta, mas, quando Gazel olhou para trás, viu pela janela aberta fugir uma borboleta, que se perdia na distância, enquanto o quarto submergia na sombra.
Ramon Gómez.

/

Eu não sei, mas desconfio que futuramente a literatura será assim, pelo menos online onde poucos realmente lêem o que se escreve. Uma pena, gosto de palavras em abundância.

/

1 comentários:

    Olá Angel,

    Estava tanto tempo sem vir aqui...

    Mas tive apenas boas surpresas!

    O templete novo é lindo, os posts continuam maravilhosso, nós torcemos pela mesma atriz e tivemos a mesma alegria dela ter ganho e finalmente, adorei esse post. Embora também concorde com você, goste de uma certa abundância na escrita.

    Beijos,
    Carol