O rabo da Fátima,
"O éu de Suel"
e outras discussões relevantes...
/


Alguns sabem, outros não e outros ainda sabem e não lembraram. Vá lá, que é assim mesmo, sem neuras, aqui no Rio a prioridade é tentar evitar que uma bala perdida nos ache. De qualquer maneira, agradeço os scraps, os emails, os comentários por aqui e até as visitas. Com tanto carinho, dava até para operar mais vezes ;)
O fato é que precisei fazer uma operação e dei uma boa sumida, mas enquanto isso na sala de justiça...
/
Discutia-se o rabo da Fátima. Verdade! Bastou a Fátima Bernardes aparecer de rabo preso, sem trocadilhos, plis, que virou papo internacional aqui no Brasil. Tanto é assim, que almoçava numa dessas tardes ensolaradas com namorido e ouvi na mesa ao lado onde só tinha homens debatendo sobre o rabo dela. Coisas como: “Ela entra lá em casa desde sempre de cabelo solto e agora vem sempre de cabelo preso????” “ Particularmente não gosto, mulher tem que usar cabelo solto e de preferência comprido” “Pra mim tanto faz com ou sem rabo, nem olho a TV quando estou em casa”
Não sei se homens comentando um rabo sem que não seja o da preferência nacional, é uma evolução ou não. Mas achei engraçado.
Até outro dia nem desconfiava porque a Fátima mantinha o rabo preso (acho que estou pegando gosto por esse trocadilho rsss) e acabei descobrindo, pasmem, na Veja. Pois é, segundo consta, seu cabeleireiro – dela – estava viajando para NY e ela não entrega as melenas assim para qualquer um. Deu na Veja, pois é...
/
/


/

Enquanto isso, o Kramer, digo o ator Michael Richards, teve um surto racista. Li e vi no blog da maravilhosa depois fui atrás do vídeo e da notícia completa:
/
LOS ANGELES - O ator americano Michael Richards, famoso por seu papel na popular série "Seinfeld", apresentou desculpas após ter dirigido uma série de insultos racistas a um espectador num clube music-hall californiano, provocando a cólera do público, que abandonou a sala, segundo um vídeo do incidente divulgado nesta segunda-feira (20).

"Estou mortificado com o que aconteceu e apresento minhas desculpas ao público, aos negros, aos latinos e aos brancos, a todos os que estavam lá e presenciaram minha cólera, meu ódio", acrescentou.

Richards, de 57 anos e conhecido por seu papel como o extravagante vizinho Cosmo Kramer na famosa série, usou adjetivos racistas ao ser interrompido por dois membros negros da platéia, no clube Laugh Factory, oeste de Hollywood.Uma filmagem caseira do incidente, divulgada pelo site sobre as estrelas Tmz.com, mostra Richards reagindo furioso depois que os homens gritaram que ele não era engraçado.

"Fala, Fala agora seu valente filho da puta. Que o deixem falar. É um negro! É um negro! Olhem, há um negro!", gritou o comediante depois de uma série de epítetos, utilizando o termo "nigger", muito insultante nos Estados Unidos. O vídeo mostra depois o público abandonando a sala.

O porta-voz do ator não quis fazer comentários no momento, mas o comediante Jerry Seinfeld, estrela da série, lamentou as expressões do ator. "Isto me deixa doente", disse Seinfeld. "Tenho certeza de que Michael também está doente com este terrível erro. É tão ofensivo. Sinto-me muito mal por todas as pessoas que foram agredidas", disse ao programa de televisão "Extra".

/



/


Decepcionou, claro, por isso prefiro pensar só no Kramer, o cara bacana, descolado, pra quem tudo era normal.




/

/

Enquanto isso, passamos por um cinema e no letreiro dizia:

Hoje: "O eu de Suel." Deveria ser : "O céu de Suely".

Fico pensando se ao invés do "c", fosse o "e" que tivesse caído...

/


Pano rápido...

/

/

# Ah! Ele voltou!
# E Ele está aqui:

Info etc - Jornal O Globo - 04/12/06

Para quem curte a coluna Imagem do caderninho, vai aqui uma dica: Estréia hoje a exposição "Outra Copacabana" do fotógrafo André Arruda no Copa Café (Avenida Atlântica 3056, loja B) Copa. A abertura da exposição vai das 19h até as 22h. A exposição prosseguirá até o fim de fevereiro.
http://oglobo.globo.com/rio/fotogaleria/2006/982/default.asp

0 comentários: